Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Um dia de cada vez, e...

todosdias, em 01.07.15

never.jpg

Exactamente porque nunca perdemos a esperança, hoje foi um grande dia...906 dias depois, o meu marido arranjou um emprego.

Hoje chorei de emoção. Quando regressou do trabalho as suas primeiras palavras foram: Hoje senti que estou vivo!

 

É só por dois meses, ordenado mínimo, mas hoje nada disso importa. É trabalho! Não existe palavras para descrever o que é morrer lentamente durante 906 dias, e basta um dia para sentir que estamos vivos. Seguir em frente, não ter medo de errar, seguir o caminho, com esperança, com amor porque coisas boas acontecem. Estamos de coração cheio! Estamos gratos!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


bem simples ♥

todosdias, em 23.06.15

fe2.jpg

 

 As coisas podem ser sempre melhores. Tenhamos nós a dose certa de fé para as saber esperar.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Há que...

todosdias, em 22.06.15

criatividade2.jpg 

"A vida pode ficar muito pequena quando olhamos para ela com o olhar estreito. O tédio acontece quando nos afastamos da capacidade de nos encantarmos com as coisas mais simples do mundo. Porque para se estar aqui com um pouco que seja de conforto na alma há que se ter riso. Há que se ter fé. Há que se ter a poesia dos afetos. Há que se ter um olhar viçoso. E muita criatividade." Ana Jácomo

 

Uma espécie de mantra para inicio de semana, sentir a respiração, acalmar os pensamentos, ouvir o coração e aproveitar as coisas simples da vida. Há que acreditar que as coisas acontecem no momento certo, há que acreditar que tudo vai correr bem...sempre com fé. E é assim mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Um vento mais forte...

todosdias, em 19.06.15

wind.jpg 

"De vez em quando, surge um vento mais forte e fecha as janelas pelo lado de fora. Quando acontece, é bobagem tentar brigar com o vento. A gente espera ele esvaziar e reabre as janelas pelo lado de dentro." Ana Jácomo

 

Estas palavras encontraram-me, a Primavera cá em casa não trouxe renovação, pelas janelas entrou uma tempestade que nos arrastou aos três e desta vez foi tão forte que tive momentos em que me senti completamente impotente, tive momentos em que me equacionei a mim própria e pus em causa os meus próprios actos, tive momentos em que achei que errei e outros em que sei que fiz o que devia ter feito,  tive momentos em que quis sair daqui. Sabemos que estas coisas acontecem, mas aos outros, nunca conseguiremos imaginar quando nos entra pela janela e quando entra não sabemos como resolver. 

Fazerem mal à minha filha, foi até hoje das coisas mais brutais que me poderiam fazer a mim. Denunciar, não denunciar foi sem duvida uma das maiores duvidas que tive que enfrentar, um enorme desafio. Consegui denunciar e evitar algumas situações que se podiam ter tornado mais complicadas,  mas outras situações optei por esperar e deixar o vento "esvaziar".

As coisas acalmaram, mas a duvida persiste, denunciar tudo seria "brigar com o vento", denunciar tudo poderia causar mais dor, angustia e que sem duvida iria deixar marcas muito profundas para o resto da vida. Acredito e tenho fé que foi só um "vento mais forte", lentamente voltamos a respirar, lentamente curamos as feridas e esperamos que elas cicatrizem, lentamente vamos reabrindo "as janelas pelo lado de dentro".

Mesmo sofrendo devemos enfrentar os medos e compreender as coisas que parecem difíceis, com a consciência de que para isso é preciso mais do que força, optimismo e atitude positiva, é preciso coragem e amor próprio.

Mais uma etapa de crescimento como pais e como filha. Etapa que sem duvida nos ensinou o caminho que queremos percorrer quando o tempo nos troca as voltas, tempo de mudar, com ou sem medo. Mas sempre unidos, com coragem, fé e muito...muito amor!

 

(quem sabe um dia, eu sinta coragem para escrever mais sobre este vento mais forte...)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Este post é sobre o amor

todosdias, em 03.06.15

 

20 anos.jpg 

Gosto tanto de ti...
Gosto de ti e desta cumplicidade e força que nos une. Gosto de ti e deste amor que nos enche o peito, que nos faz caminhar sempre lado a lado, sempre a olhar para a frente sem nunca baixar os braços. Gosto da tua calma, da tua confiança, dos teus silêncios e da tua energia que me dá paz nas minhas ansiedades e desassossegos. Gosto do teu jeito organizado e metódico que equilibra o caos em que por vezes eu me perco. Gosto dessas tuas certezas absolutas que me tiram o medo, porque estamos juntos. Gosto deste amor que nos ensinou a saber partilhar, esperar, confiar, colaborar, estar e que apesar das tempestades e dos dias cinzentos conseguimos sempre fazer o sol brilhar, só à nossa maneira. Gosto deste amor em que crescemos e aprendemos juntos. Gosto deste amor que se renova a cada primavera, sempre de mãos dadas, sempre seguras, sempre com aquele abraço forte que trocamos todos os dias e que culmina sempre com um beijo e um "Gosto de ti!".
 
Especialmente porque hoje o comemoramos 20 primaveras. Grata todos os dias por este gostar imenso que me enche a alma e o coração.
 
Gosto tanto de ti!
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

fe.jpg 

"Só há felicidade se não exigirmos nada do amanhã e aceitarmos do hoje, com gratidão, o que nos trouxer. A hora mágica chega sempre." Herman Hesse

 

Estas palavras encontraram-me. Não esperar por grandes ocasiões para mostrar o que sinto, mostro-o todos os dias, a cada minuto, isso sim é que é amar!

E é assim mesmo!

(Independentemente do que se está a passar, eu estarei sempre aqui, amo-te filha!)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Preserverança

" Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir. Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas. Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo. " Ana Jacomo

Direitos de autor

* Todas as fotos/imagens que tenham "todososdias" são minhas. Todas as outras, são retiradas da internet e estão aqui porque aparentemente são públicas. * Qualquer correção na citação da autoria (imagens ou mensagens) é só entrar em contato para eu poder corrigir.


Dias antigos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D


Recortes_Sapo_Out12

recortes_sapo_ago14

destaques_Sapo_Dez14

Conta todos