Eu...Familia. Amigos, todos.

17
Out 14

chá alecrim.jpg

Alecrim - Alivia dores de cabeça. Anti-fadiga. Estimulante, excelente para recuperação de fadiga. Tome em caso de sinusite, bronquite, constipação, asma, anemia. Digestivo.

"Ama a si próprio? Não tema dar valor e apreciar o quanto é unico. Se a Luz o criou e colocou toda a energia em si, então é porque é alguém muito especial."

 

publicado por todosdias às 17:00

16
Out 14

Quando devemos agir e quando devemos deixar a vida guiar-nos? A noite foi novamente muito mal dormida, e este dilema assombro-me as horas que vi passar uma a uma. Pois é, parece não existir uma fórmula para lidar com situações difíceis, e embora tenha lido algures que o melhor é seguir o que a nossa intuição nos diz. Os dias vão passando e a minha intuição nada me diz. Estou cansada, demasiadamente cansada...mas vou ter que me aguentar por eles os dois e por mim.

 

publicado por todosdias às 09:25

15
Out 14

marilin.jpg

 

E é assim mesmo!

publicado por todosdias às 08:00

14
Out 14

Dear 5am, we have got to stop meeting this way. I'd much rather sleep whit you. Grrrrrr

publicado por todosdias às 10:59

13
Out 14

 Alfazema - Contra insónias, excitação nervosa, dores de cabeça, tosse, asma, bronquite.

"A flecha que mais nos perfura é aquela que sai dos nossos próprios arcos. Duvidar de nós próprios e nos odiarmos...esses são os nossos maiores obstáculos na vida. Quando ficamos obcecados com o que está errado, notámos o quanto é difícil amarmos-nos a nós próprios. Ver apenas o bem dentro de nós, hoje."

publicado por todosdias às 17:51

«Bendita seja a claridade das palavras quando permitem que as dúvidas sejam dissolvidas. Que os equívocos não sejam alimentados. Que as distâncias não cresçam. Que a confiança prevaleça. Que o afecto não se torne constrangedor.
Bendita seja a claridade das palavras quando aproximam, em vez de afastar. Quando nos possibilitam o conforto da verdade, mesmo que ela desconforte. Bendita seja a claridade das palavras quando ficamos no escuro da incompreensão, tateando as paredes desta divisão pouco ventilada, à procura de um interruptor qualquer que acenda o nosso entendimento. Bendita seja a claridade das palavras quando ditas com o coração. Porque só ele sabe como acender a luz.» Ana Jácomo

 

E foram exactamente as palavras da minha filha, claras e ditas do coração, que determinaram na sexta feira todo o nosso fim-de-semana. Eu estava cansada, a semana foi pouco produtiva e o vazio que anda por aqui nada ajuda, a porcaria do trabalho que começámos a fazer no corredor para colocar o rodapé novo vai ser longa e trabalhosa e a vontade de o fazer é zero, culminou com uma sexta-feira de curso muito intenso. Preparava-me para um fim-de semana tranquilo, deixar o corredor pronto, e relaxarmos os três. Quando tive de tomar a decisão de irmos à festa de aniversário, não foi fácil, o único que queria ir era o meu marido. Eu sabia que para a garota ia ser um frete e ainda por cima com a época dos primeiros testes a começar, uma tarde em frete seria um desastre e um sacrifício para ela que teria de estudar no Domingo para compensar. Eu também não queria ir, mas as palavras dela foram fundamentais para a decisão. Deixar o meu marido ir sozinho era muito injusto, logo ele que está sempre disponível para tudo o que queremos. Dar e receber...partilhar (o bom e o mau), é um dos muitos lemas de nós os três, esta harmonia que completa a nossa felicidade.

Descobrir, no caminho incerto da vida, que o mais importante é saber conjugar o verbo decidir. Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a nós decidir entre ir ou ficar, rir ou chorar, desistir ou lutar...dar e receber. Todos os dias

(Dia de Sábado calmo, entre "conhecidos", uma simples festa de anos, mais nada, aborrecida porque demorou um dia inteiro, almoço, lanche e "arrancar" de lá o meu marido só foi possivel era quase meia noite. Domingo levantámos bem cedo, compras necessárias para a minha filha, regresso ao inicio da tarde, para acabar a merdd... do chão, perdi a conta ao numero de horas que já passei a esfregar aquela porcaria, muitos anos de produtos para o tornar bonito, retirar aquela capa de lixo entranhado foi dose. Espero que fique bem e que compense o esforço.)

 

publicado por todosdias às 11:07

10
Out 14

paz.jpg

“A respiração está alinhada com corpo e mente e ela sozinha é a ferramenta que pode uni-los, iluminando e trazendo ambos para a paz e a tranquilidade…

Mantenha sua coluna erecta. Isso é muito importante. O pescoço e a cabeça devem estar alinhados com sua coluna vertebral; eles devem estar erectos mas nem duros nem tensos. Mantenha seus olhos focados um ou dois metros à sua frente. Se você puder, mantenha um leve sorriso.

Agora comece a seguir sua respiração e a relaxar os músculos. Concentre-se em manter sua coluna erecta e seguir sua respiração. Em relação a todo o resto, deixe ir. Deixe absolutamente tudo ir”. (“let go of everything”) Thich Nhat Hanh

 

Estas palavras encontraram-me...

Tão simples...e com um leve sorriso.

 

Inspiração para o fim-de-semana!

 

 


09
Out 14

 

Pés de cereja – Drenante, vias urinárias.

"Pense numa pessoa do passado que magoou e peça-lhe perdão. Se essa pessoa já não se encontra ao seu alcance, devido à distância ou porque já se foi...medite pelo perdão."

publicado por todosdias às 17:06

08
Out 14

sea.jpg

 

...é o que parecemos todas as manhãs, acordamos muito cedo (a partir das 6h já não consigo pregar olho), mas o levantar da cama têm sido doloroso. Falta de motivação, falta de objectivos, insegurança em relação ao futuro, auto estima em baixo, auto confiança zero. No entanto assim que saltamos da cama, não prescindimos da nossa caminhada, começar o dia com energias renovadas, respirar os dias frescos de Outono, agarrar os dias e a vida com força, dá-me sempre a sensação que os dias passam mais rápido. Sem duvida caminhar ajuda o meu coração a bater mais sereno.
 
O meu trabalho está praticamente parado, continuamos sem saber se o projecto vai continuar. Tudo o que vai aparecendo, absorvo como uma esponja e faço com tal rapidez, na ânsia de me manter ocupada que num instante fica feito. A formação, apesar de estar a gostar, prefiro os módulos presenciais, confesso que os Fóruns e os Chat's são um pouco aborrecidos ou sou eu que não estou para ai virada. Apesar de tudo tenho os trabalhos para avaliação todos feitos.
 
O fato de ele continuar sem arranjar trabalho está a ficar cada vez mais complicado, o tempo passa rápido e o fundo de desemprego está a acabar, e o pior que nos está a tirar o sono é toda a parte psicológica e emocional que esta situação toda acarreta. Uns tontos, sem rumo, nem norte, sensação de que remámos para o meio do mar, nos perdemos e agora não sabemos que direcção tomar. Valha-nos a força e o amor que nos une, é a essa que nos agarramos, porque sim essa é real. Sentimos as mesmas dores, as mesmas preocupações, choramos as mesmas lágrimas e com medo, muito medo. 
 
Claro que a nossa situação financeira vai piorar, já fiz e refiz todas as contas, sempre nos piores cenários e para já vai dar para aguentar se o meu trabalho continuar. Certo que já passámos por situações muito duras, já gerimos a nossa casa não a balões de oxigénio mas em que cada um de nós tentava respirar por uma palhinha alternadamente, e por isso estamos muito assustados e com muito medo que tudo se repita ou piore. Todos os sacrifícios, e que foram brutais atendendo que estivemos desempregados nos últimos três anos, permite ter esta parte mais ou menos controlada (pelo menos para o proximo ano),  o que sem duvida é fundamental para nesta fase mantermos algum equilíbrio e que me deixa muito orgulhosa daquilo que fomos e somos capazes.
 
Há momentos em que precisamos reforçar a confiança de que todos os esforços que fazemos vão ser recompensados. E não faz mal se temos ainda muito que batalhar durante os próximos tempos que se avizinham e dar o tudo por tudo até ao limite das forças, do cansaço e das tarefas que ansiamos que se multipliquem. Sim porque isso é que nos vai motivar, criar objectivos, segurança em relação ao futuro, auto estima em cima, auto confiança cem.
 
Quero acreditar que esta é apenas mais uma fase menos boa, mas bolas acho que já chega, estamos vazios, cansados, desesperados e com medo, sentimos-nos uns tontos...entretanto respiramos fundo para nos agarrarmos com mais força ao que nos move. E os nossos dias serão na certeza de que continuaremos a trabalhar muito, sem nunca baixar  os braços, e manter esta fé inabalável de a nossa "estrelinha", fará o melhor pelo nosso caminho.
 

07
Out 14

"Não precisas de estar tão seguro.
Não precisas de ter todas as respostas, fazer tudo certo ou ter sempre razão.
É espantoso, mas se falhares, o mundo não acaba. Uma critica não vai dizer toda a verdade sobre ti. Podes-te rir de ti mesmo e podes aprender coisas que não sabias.
Não precisas de te preocupar tanto.
Não precisas de carregar o mundo nos teus ombros. Não precisas de pensar em tudo o que pode correr mal.
O que tiver que acontecer acontece, e o facto de te preocupares não muda rigorosamente nada. Só te dá cabelos brancos. Quando chegar alguma dificuldade, aí arregaças as mangas. Entretanto, podes desfrutar cada dia com os belos cabelos que tens.
Não precisas de ser o melhor. 
Não precisas de provar nada a ninguém. Não precisas de ser especial.
Não depende de ti seres o melhor da sala. De ti depende apenas dares o teumelhor. Deixa-te de ambições desmedidas e aproveita ao máximo os talentos fantásticos que já tens.
Não precisas de culpar o teu passado.
Não precisas de te lamentar pela tua infância infeliz, relações falhadas ou como ninguém te percebeu.
Surpresa: O passado já passou. O que fazes hoje é uma escolha tua, não tens que viver como vivias.
O teu passado foi importante e tornou-te quem és hoje. Podes agradecer as coisas boas e desfrutar o presente.
Não precisas de mais nada para seres feliz.
Não precisas de viver sem problemas. Não precisas que te corra tudo bem.
Nada nem ninguém está responsável por te fazer feliz. Isso é trabalho para ti.
A felicidade não é uma utopia, é uma coisa concreta para a tua vida.
Podes começar já hoje a viver mais feliz. É só começar."
inesperado.org
 
 
Final de tarde assim, em versão Coaching e a reflectir sobre as cinco coisas que não me fazem falta.
 
publicado por todosdias às 18:50

Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


subscrever feeds
Conta Todos
mais sobre mim
Vasculhar nos dias
 
favoritos

...

Direitos de Autor
* Todas as fotos/imagens que tenham "todososdias" são minhas. Todas as outras, são retiradas da internet e estão aqui porque aparentemente são públicas. * Qualquer correção na citação da autoria ( imagens ou mensagens) é só entrar em contato para eu poder corrigir.
Preserverança
" Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir. Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas. Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo. " Ana Jacomo
Recortes_Sapo_Out12
recortes_Sapo_Jul14
recortes_sapo_ago14
blogs SAPO