Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Estou aqui ♥

todosdias, em 31.03.16

filha2.jpg

Filha! Hoje senti que não estava preparada...mas, mesmo assim, vou tentar! Só quero que saibas que eu estou aqui! Estou aqui para quase tudo...acho eu!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Estar viva

todosdias, em 30.03.16

viva.jpg

“Eu gosto de viver. Já me senti ferozmente, desesperadamente, agudamente infeliz, dilacerada pelo sofrimento, mas através disso soube e sei, com absoluta certeza, que estar viva é sensacional.” Agatha Christie

 

Estas palavras encontraram-me, porque viver não é sobre o que me falta, é sobre o que faço com o que tenho. E é assim mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


seis meses já passaram

todosdias, em 29.03.16

pausa2.jpg

O mais difícil desta imensa pausa é que os meus medos vão-me destruindo, a promessa de trabalho para Janeiro saltou para Fevereiro e prolongou-se até Março. Prometi a mim mesma que ganhava coragem e que depois da Páscoa ia tentar perceber o porquê desta tão longa espera, uma receita médica foi o mote e eu que pensava que andava a adiar a vida encarregou-se de adiar por mim. A candidatura não foi aceite porque um dos requisitos é eu estar desempregada à mais de seis meses, por isso só em Abril é que se pode submeter nova candidatura.

 

Doeu, senti o mundo desabar um pouco dentro de mim,  mas a promessa mantêm-se. Saber a verdade alivia a minha ansiedade diária a cada vez que o telefone toca, mas um misto de tristeza e medo que volte a falhar encheu o meu coração. A verdade é que as coisas para nós nunca avançam à primeira, as chaves nunca giram à primeira, as portas nunca abrem sozinhas...temos sempre que empurrar, com muita, muita força.

 

Nos momentos de maior insegurança e medo pergunto-me se não me estou a acomodar, ou se é a minha ansiedade a falar mais alto. Os dias estão a custar a passar, estão a custar a virar ao contrário, mas acredito e tenho fé que apesar de tardar as coisas não vão falhar. Respiro fundo e tento acalmar o meu coração, digo-lhe que basta deixar fluir e deixar que as coisas voltem aos seus lugares pela mão da vida. Acredito e tenho fé que todos os dias o dia que espero fica mais perto. E é assim mesmo!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


das mini-férias da Páscoa

todosdias, em 28.03.16

easter2.jpg

Já estávamos em "divida" com a aldeia desde Novembro e ficar por casa a dividirmos-nos em refeições de família, a saltar de casa em casa, estava fora de questão. 

 

Voltámos à aldeia para celebrarmos a nossa Páscoa, longe da calma do ano passado porque desta vez éramos muitos, porque foram "mini-dias" e a primavera ainda não nos brindou com dias soalheiros. 

 

Voltámos a abrir a casa, muito embora o inverno não tenha sido muito rigoroso e as melhorias que temos feito muito contribuíram para o bom estado em que se encontrava, tem sido sempre uma preocupação minha prioritária. Aproveitámos o sol a espreitar por entre pingos de chuva para caiarmos as paredes da casa, não ficou perfeito mas o branco do pó mágico deixou a nossa casinha a brilhar. Aproveitámos a chuva para dedicarmos o tempo a organizar e a planear as próximas obras, materiais comprados antecipando as próximas mini-férias já em Abril.

 

Mas principalmente aproveitámos o melhor de tudo: estar, cuidar, abraçar e agradecer o tempo que o tempo nos dá para parar e valorizar o melhor que temos na vida: as nossas pessoas.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


sim, as flores, que carrego comigo

todosdias, em 24.03.16

flowers.jpg

"No fundo, alguma coisa me diz que vai dar tudo certo. Que os caminhos são tortos mas a chegada é certa. Que há coisas bonitas esperando lá na frente, se a gente acreditar. E eu acredito! Vivo de acreditar. E acredito, que o que importa mesmo, não são as pedras que encontro pelo caminho, mas sim, as flores, que carrego comigo. Dentro do coração." ana jácomo 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


- ♥ -

todosdias, em 22.03.16

spring.png

 

Porque hoje está um bonito dia de sol! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/4



Mais sobre mim

foto do autor


Preserverança

" Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir. Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas. Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo. " Ana Jacomo

Direitos de autor

* Todas as fotos/imagens que tenham "todososdias" são minhas. Todas as outras, são retiradas da internet e estão aqui porque aparentemente são públicas. * Qualquer correção na citação da autoria (imagens ou mensagens) é só entrar em contato para eu poder corrigir.


Dias antigos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D


Recortes_Sapo_Out12

recortes_sapo_ago14

destaques_Sapo_Dez14

Conta todos