Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




dos primeiros dias de agosto* [2]

todosdias, em 08.08.17

ericeira.jpg

 

Coisas boas da vida: sermos turistas na nossa terra.

 

*com vento e chuva, levou-nos a ir para fora cá dentro. Invistir mais em quem sou por dentro é sem duvida uma grande inspiração para os dias de agosto. E é assim mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Viver muito ❤

todosdias, em 19.04.17

lagoa.jpg

"todososdias"

 

"Se eu posso te dar um conselho, eis aqui: Não mendigue atenção de quem quer que seja. Não se esforce para compartilhar minutos com quem está mais interessado em coisas que não te incluem. Não prolongue a conversa apenas para ter o outro por perto, quando você perceber que precisa se esforçar bastante para que o monólogo vire um diálogo. Esqueça. Prefira a sua solidão genuína à pseudo presença de qualquer pessoa. Ainda digo mais: Perceba que existem pessoas que curtem dividir a atenção contigo sem que você precise desprender esforço algum. Aproveite o que te dão de livre e espontânea vontade. Dispense o que te dão por força do hábito ou por conveniência. Esqueça o que não querem te dar. Cada um dá o que pode." Mario David

 

Estas palavras encontraram-me logo de manhã, mas o tempo ultimamente não me têm deixado andar muito por aqui, inspiração perfeita para sempre que tiver duvidas, fazer. Rir, chorar, gritar, fazer silençio, decidir, escolher, mudar, ficar, sair, ficar, fechar portas, abrir janelas, expirar, inspirar, viver, Viver muito e viver muito bem a minha vida. E é assim mesmo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Marimbar

todosdias, em 13.02.17

marimbar2.jpg

" Quem quer ser feliz tem de aprender a marimbar-se! Há um "verbo" que tem de urgentemente de aprender a conjugar todos os dias se quiser definitivamente ser feliz. O verbo "marimbar"! E depois faça obscenamente uso dele. Torne-o viral no seu mundo. E transforme sua vida num marimbar constante de tudo e de todos. Marimbe-se do que pensam de si. Marimbe-se daquilo que os outros acham que está certo ou errado! Marimbe-se para o politicamente correcto ou socialmente incorreto! Marimbe-se para a loiça que ficou por lavar, a roupa por passar! Marimbe-se muito até à exaustão e veja como tudo melhora à sua volta.  

Porque quem se marimba muito, assusta e desmotiva os que nos procuram só para destabilizar. Os que não poupam uma oportunidade para nos diminuir, fazendo-nos sentir frágeis e impotentes. Aqueles que se divertem a puxarem-nos para trás ,com suas palavras mansas, falsamente amigas, só para não conseguirmos ser melhores que eles.  
Porque quem se marimba demonstra segurança. Transpira amor próprio. É bulldozer a trilhar a vida. E só pára quando já não há mais mato para desbravar!  
E com tamanho antídoto contra hipócritas, inesperadamente verá sua vida florescer, ganhar cor, ofuscar de brilho. E a felicidade, essa tão matreira criatura, sairá ao seu encontro quando menos esperar. E seja muito feliz...
Marimbando-se!" C. Miranda in Aguarelas de uma vida
 
Estas palavras encontraram-me...para mim é sem duvida dificílimo de praticar, eu sou mesmo o oposto das pessoas que se marimbam, no entanto aceito que se eu conseguir me marimbar algumas vezes vou ser mais feliz. Tudo se resume a um ponto de equilibrio.
 
A aprender a conjugar o verbo marimbar!

Autoria e outros dados (tags, etc)


No momento certo

todosdias, em 30.01.17

wait.jpg

"Os tempos de espera em que nada acontece ou tudo parece sem sentido, é a vida a dar tempo a que as coisas certas acontençam no momento certo." Laurinda Alves

 

Inspiração para inicio de semana...tenho fé e acredito nas esperas necessárias, no tempo certo da vida. Tenho paciência e espero, aprendi que nem sempre a força está em avançar, muitas vezes é no esperar e até recuar que vive a coragem e as mudanças que quero que acontençam. A vida ensinou-me a lutar muito por tudo aquilo em que acredito, ensinou-me a insistir e a tentar sempre mais uma vez, sem nunca esquecer que por vezes tenho que aceitar o tempo que a vida me dá, para que "as coisas certas acontençam no momento certo". E é assim mesmo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

desapego.jpg

" É quando nos preparamos para mudar que percebemos a quantidade de coisas que guardamos sem necessidade.
Nem sabemos por que o fazemos, mas temos medo de um dia precisar disso ou daquilo e vamos acumulando nossas preciosidades, se assim podemos dizer.  
Grande armário é o nosso coração e a nossa alma! Imagino que se um dia tivéssemos que "mudar" esse pedacinho de nós, encontraríamos nele muitas coisas desnecessárias das quais tivemos dificuldade para nos desenvencilhar.
Como nos nossos armários há roupas que nem nos servem mais, nas gavetas objectos inúteis, há nesse nosso coração certamente sentimentos que há muito deixaram de nos servir, mas que continuam intactos, como se o tempo para eles não tivesse passado.
As águas correm nos rios, mas não no nosso interior. Elas levam o que encontram pela frente, mas nós apegamos-nos ao inútil e impedimos-nos assim de desaguar no grande mar da vida que nos oferece novos horizontes.
Se um dia decidirmos mudar de casa e nos oferecermos a uma nova vida, não precisamos de deixar tudo e nem de carregar tudo. Um coração sábio saberá escolher o que deve ser aproveitado ou não." Letícia Thompson
 
 
Estas palavras encontraram-me, inspiração para inicio de semana, tão simples ... praticar o desapego. E é assim mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


🌳🏡🌳da aldeia

todosdias, em 25.10.16
Fica à beira da estrada mas rodeada de campo e casas antigas vazias, que em tempos enchiam de vida a vida de quem lá viveu. Recordações de muitas férias de verão, dos cheiros que nos levam sempre de volta às melhores memórias, das pessoas simples mas que fizeram parte de nós e daquilo que hoje somos, dos sons do cacarejar das galinhas e o grasnar dos gansos hoje de silêncio que só é quebrado pelo som do canto de centenas de passarinhos, uma delícia dos nossos sentidos, uma calma que desejámos desta vida que nos é tão generosa.

A nossa casa da aldeia é um bocadinho de tudo o que gostamos para dias de descanso, do conforto simples, da descontracção, da porta principal sempre aberta e nenhum stress com isso, dos residentes permanentes (aranhas, lagartixas, ratos, etc,) e num stress com isso, da terra do quintal por todo o lado e nenhum stress com isso, de tudo espalhado pela casa e nenhum stress com isso, das refeições sem horas e sempre que possível na rua (excepto quando a chuva e o vento nos presenteiam com a sua graça),  mesmo em noites mais frescas (mantas resolvem), da televisão que quase nunca se liga substituida por um velho radio/despertador, dos serões entre conversas e jogos sem pressas antes de dormir, da paz que sentimos quando estamos por lá. 

A nossa casa da aldeia é tudo o que de bom a vida nos dá. E tudo o que nos faz renovar a certeza de ser este o nosso caminho.❤️

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Preserverança

" Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir. Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas. Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo. " Ana Jacomo

Direitos de autor

* Todas as fotos/imagens que tenham "todososdias" são minhas. Todas as outras, são retiradas da internet e estão aqui porque aparentemente são públicas. * Qualquer correção na citação da autoria (imagens ou mensagens) é só entrar em contato para eu poder corrigir.


Dias antigos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D


Recortes_Sapo_Out12

recortes_sapo_ago14

destaques_Sapo_Dez14

Conta todos