Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




dos primeiros dias de agosto* [1]

todosdias, em 07.08.17

book.png

 

Repousar da vida e do mundo, nós três...não têm preço nem descrição possível

 

*apesar de acabarem por ser muito menos dias do que estávamos a contar, pelos melhores motivos, nem o vento conseguiu ser mais teimoso do que nós. Tudo é possível para quem acredita. E é assim mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Vai ...

todosdias, em 21.11.16

vai.jpg

 

Inspiração para inicio de semana...quer eu me dê conta disso ou não, quer eu compreenda isso ou não: tudo aquilo que eu desejo viver e experimentar está à minha disposição, no aqui e agora.

A vida é, sim, repleta de desafios, mas porque este é o outro lado da moeda. Porque a quantidade de coisas boas que me  rodeiam são infinitas, e estão todas à minha disposição quando me permito a aceitar vivenciá-las.

A vida é muito curta para experimentar tudo o que está ao meu alcance, por isso o mais importante será a certeza de que tudo, absolutamente tudo, terá valido à pena. Por tudo isto, vou e deixo a maré levar. E é assim mesmo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


a vida que eu sinto ♥

todosdias, em 28.07.15

12. Par.JPG

 

"todososdias" 

 

"Eu adoro todas as coisas. (...) Tenho pela vida um interesse ávido, que busca compreendê-la. Sentindo-a muito." Fernando Pessoa

 

Estas palavras encontraram-me, para compreender a vida tenho que a sentir e isso é algo que tenho por vezes dificuldade de praticar. Acalmar o meu coração e deixar sentir.  Quer seja mau, menos bom, bom ou muito bom. O importante é aceitar, deixar ir, sentir e sempre, sempre grata porque a vida é o que sinto.

 

Esta semana estamos em modo praia, só as duas, não vale a pena ficar a em casa a martirizarmos-nos. Afinal não cometemos nenhum crime, estamos apenas as duas desocupadas. O que fizemos de errado, apenas não temos nada para fazer. Ainda por cima em apenas cinco minutos, podemos sentir o sol e o vento, ouvir as ondas e aves, ver o céu azul e o brilho da água, o aroma da praia e os sabores a sal. Ali, só as duas, mãe e filha, tão cumplices! Estamos disponíveis para deixar ir. Ambas sabemos que novos (re)começos vamos sentir. Seja como for, a vida é o que sentimos. E é assim mesmo!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Resumir dias azuis

todosdias, em 19.08.14

Entrar novamente no ritmo leva tempo. Regressámos de férias, sinto saudades de tudo o que de bom estas duas semanas me trouxeram: nós os três...tão próprio de nós. Sem pressas, sem horas, sem internet, sem confusões. Grandes ajuntamentos de pessoas só quando tínhamos que ir às compras (e apenas os bens essências para a nossa despensa, nada de montras e compras extras), na praia que tão bem conhecemos com o seu enorme areal permite estarmos tranquilos mesmo com muita gente.

Pequenos almoços às tantas, tarde a aproveitar cada minuto de sol (menos o vento que este ano resolveu dar "ares da sua graça", sem falar da água que xiça estava tão fria), sandochas super recheadas e fresquinhas, leituras em dia, muita perguiça, serões a jogar a três.

Dois jantares, dois passeios à noite. Um regado com pizza e pulseirinhas à beira mar em Albufeira. O outro um franguinho piri-piri e uma voltinha e Pêra. Ainda recebemos "amigos" para jantar, mas é uma aventura que fica para outro post.

Já não é a primeira vez que estamos ao Sul, infinitamente simpático e disponível. Quem diria que a casa nestes anos nos têm acolhido se revelou o lugar que tanto queríamos para apreciar os dias, que passaram devagar, ao sabor da vida boa que nem sempre conseguimos reconhecer e agradecer.

Acho que nestes últimos anos a casa até á mais nossa, considerando os dias que a habitámos relativamente ao proprietário. Cuidamos dela, limpámos e arranjamos como se nossa fosse.

Apesar das minhas ansiedades, que agora não são para aqui chamadas, e que eu vou vencer...foi muito bom, regressámos  com a alma cheia de dias bons, azuis, e a vontade de os prolongar o resto do verão. 

 

"Os dias bons não são os que ficam para lembrança. São aqueles que se esquecem, porque se repetem na mais estúpida felicidade, mas que, todos juntos, servirão para um dia eu poder dizer "sim, eu já fui feliz." (Miguel Esteves Cardoso)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Em contagem decrescente

todosdias, em 28.07.14

 

 

Duas semanas para parar e descansar. Duas semanas acabadinhas de confirmar. Duas semanas de praia, descanso, sol...mar. Foram longos meses a gerir o peso dos problemas. Agora é aproveitar todos os minutos, sem desperdiçar um segundo, nós merecemos.

Estou feliz por receber este verão que teimava em não acontecer nas nossas vidas.

Agora sim já posso começar a arrumar as malas, a lista do que precisamos e tratar dos detalhes para deixar a casa organizada. Ter tudo pronto e começar a contagem decrescente, agora sim, para celebrar o verão com tanta saudade.
Temos o sul à nossa espera e vai ser tão bom.

Autoria e outros dados (tags, etc)


...

todosdias, em 15.07.14

Ontem fugi para aqui.

O fim de semana foi novamente casa cheia. Desta vez não foi o S. Pedro a dar o mote mas sim o musical das danças da minha filha, e não atingiu o pico da ultima vez mas não deixou de haver algum desassossego. Valeu o domingo que deixei as visitas na conversa e estendi-me a vegetar no sofá, um par de horas que me souberam tão bem, ando tão cansada que não me aguento.

Ontem tive que ir ver o meu "mar", mais uma preparação para as férias que estão quase a chegar. Hummm...que reconfortante.

(hoje ainda tentei repetir a dose, mas o trabalho chamou-me e não tive como escapar. sem fazer planos vou tentar ir novamente amanhã)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Preserverança

" Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir. Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas. Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo. " Ana Jacomo

Direitos de autor

* Todas as fotos/imagens que tenham "todososdias" são minhas. Todas as outras, são retiradas da internet e estão aqui porque aparentemente são públicas. * Qualquer correção na citação da autoria (imagens ou mensagens) é só entrar em contato para eu poder corrigir.


Dias antigos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D


Recortes_Sapo_Out12

recortes_sapo_ago14

destaques_Sapo_Dez14

Conta todos