Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





With you

todosdias, em 24.09.14

 

 

"Behold, I am with you and will keep you wherever you go, and will bring you back to this land. For I will not leave you until I have done what I have promised you.” Genesis 28:1

 

Mais uma ida ao IEFP, desta vez uma candidatura via site, eu já tinha tido uma experiência semelhante, portanto as expetativas não eram altas, só que desta vez a vaga não estava preenchida, a técnica agora é outra, e que me choca ainda mais. O IEFP agora também é intermediário de empresas de trabalho temporário, cede as instalações para estas empresas subcontratarem, meio mundo a ganhar à conta de desempregados. Numa lista de 60 pessoas recrutadas aleatoriamente pelo o IEFP, és chamado às instalações do IEFP (o intermediário) que cede a sala à empresa de trabalho temporário (a pessoa que te acolhe é da empresa de trabalho temporário), apenas para preencher um formulário, é tão aleatório que inclusivamente desconhecem o teu CV. Contratos sem termo (pode ser só um mês), com proporcionais. Ganham as empresas de trabalho temporário alimentando bases de dados de potenciais candidatos e que sem esforço procuram candidatos para os seus clientes, ganha o IEFP alimentando indicadores de oportunidades de emprego e que não têm que ter trabalho e fazer selecção (basta um click e sai uma listagem de desempregados). Se o meu marido quisesse um emprego de uma empresa de trabalho temporário, inscrevia-se ele mesmo (aliás como já o fez, isto não está para esquisitices). Mas bolas!... não tapem mais o sol com a peneira. Como isto me irrita.

 

Apesar de tudo ele regressou a casa tranquilo, e sem ilusões, seguiu o seu caminho. Tenho fé e acredito que mais tarde ou mais cedo ele vai conseguir. Estou contigo maridão! E é assim mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Há quem não goste do Outono. Há quem não goste do frio, ou da chuva, ou do vento, ou das folhas velhas nas árvores. Eu confesso que apesar de não me dar bem com os dias muito frios esta é uma estação que têm algumas coisas que eu gosto. E algumas são bem boas!  

As castanhas. Sou uma verdadeira devoradora de castanhas assadas, cozidas fritas e até cruas. Adoro o cheirinho, adoro o sabor. Enchem-me a alma! E o estômago. 

As sopas. Faço sopa todas as semanas, independentemente da estação do ano, mas quando chega esta altura, são mais reconfortantes e quentinhas. Cheias de legumes, feijão, abóbora, batata doce. Purés mais intensos e consistentes.

Os guisados, assados e cozido. Troca-se os grelhados e saladas por comidas mais pesadas, que fervilham na panela ou no forno, com aromas e condimentos mais intensos. Perco-me por uma feijoada, um rancho e um cozido então nem se fala! 

As mantas. Sentar-me no sofá a ver as minhas séries favoritas ou um filme, ao fim da tarde ou ao início da noite, acompanhada do meu chá quentinho e enroscada por baixo de uma manta é das melhores coisas da vida! 

O chocolate quente. Gosto de chás e infusões, mas também sou gosto muito de chocolate quente e de cappuccino. Mas chocolate é chocolate, seja quente, ou seja frio. Mas no Outono é, preferencialmente, quente. 

As malhas. Poder tirar as malhas das gavetas. Sentir o aconchego das linhas mais grossas, e quentes. Poder enfiar-me numas calças de ganga, calçar umas botas, vestir uma camisola quentinha e oversized, e mesmo assim sentir-me bem e estar bem. 

Os dias frescos mas soalheiros. O Sol, mesmo quando o dia não está particularmente quente (mas também não está frio). A luz (que é disso que sinto verdadeiramente falta nos dias cinzentos). As nossas caminhadas com o aconchego deste quentinho, mesmo quando intercalado com o vento fresco a bater-nos na cara e que nos arrepia. Os nossos passeios de domingo, viagens à beira mar ou à beira rio.  

As folhas coloridas. Adoro as árvores ‘vestidas’ de amarelo, laranja, castanho ou vermelho. Nada me dá mais prazer que passear por um jardim e poder apreciar este espectáculo cromático. 

Os lenços e as écharpes. Adoro o aconchego que nos dão, mesmo nos dias menos fresquinhos. Poder enrolá-los à nossa volta estilo capa ou só à volta do pescoço é mel. Para além de ser super giro e nos dar um toque bastante sofisticado.

Sentir, saborear, olhar estes pequenos prazeres que só o Outono nos trás. Verdadeiras delicias!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jasmim – Digestivo. Relaxante. Anti-depressivo. Tome no caso de pele seca.

 

"Cada bloqueio que têm com outra pessoa é um bloqueio que têm com a luz. Sendo o mais diplomático possível aborde as pessoas com quem está em conflito e deixe que elas saibam o quanto gostaria sinceramente de pedir desculpa. O fato de elas aceitarem ou não o seu pedido de desculpas é irrelevante, porque é sua vontade de ser humilde que irá revelar a luz para ambos."

Autoria e outros dados (tags, etc)


SAD

todosdias, em 22.09.14

Vou chorar, vou remar, vou ultrapassar...vou passar por cima.

SAD (Seasonal Affective Disorder) é um transtorno afetivo sazonal em que vários tipos de estados de animo acompanham a chegada do outono e que por vezes continuam nos meses de inverno. Á quem lhe chame "Depressão de Outono" em que aquelas emoções de tristeza, necessidade de isolamento, pouca energia anímica, cansaço e fadiga, necessidade de dormir mais ou insónia,  aumento ou perda do apetite, maior necessidade de comer doces e hidratos de carbono, sedentarismo, aumento ou perda de peso, angústia, ansiedade, baixa de desempenho profissional e pessoal.

Caramba eu ando assim, tudo me parece um esforço, então estas duas ultimas noites têm sido um pesadelo, não durmo, vejo as horas a passar e uma inquietude que não estou a conseguir dominar, e os dias têm sido dolorosos, obrigando-me a ir buscar energia onde ela parece não existir!

Nunca gosto muito de escrever sobre dias maus, já me basta ter de os viver e a luta constante para encontrar formas de os ultrapassar. Quando falo de dias maus tento sempre ir buscar o lado positivo, dar-lhes a volta para eles não ganharem mais vida. As contrariedades que tenho enfrentado nos últimos dias têm consumido a minha capacidade de resistência, de me manter forte e segura nestas nossas lutas.

Por isso quero acreditar que o que tenho neste momento é SAD, não desespero! É tempo de aceitar que, tal como a Natureza, também preciso de adquirir um ritmo mais lento. A vida têm exigido muito de mim, mas tenho que acreditar que nem tudo é mau, e que apesar das adversidades, estou profundamente grata todos os dias pelas coisas boas que a vida me têm dado, sim tenho tido coisas muito boas e é nessas que eu me tenho que focar e agarrar com todas as minhas forças, essas sim são para escrever de modo a que ganhem mais vida. Para que sim essas me dêem paciência, tempo, ânimo, mimo, coragem, força, silêncio e luz. 

 

E este é o momento! É o momento de fazer algo para dar a volta por cima! E é assim mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Para o fim de semana...

todosdias, em 19.09.14

 

...bolo de chocolate! Yaammiiii!

Amanhã vou ligar o forno e vou fazer um igual a este. Apetece-me tanto!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


O tempo não pára

todosdias, em 19.09.14

...Mariza

 

(letra: Miguel Gameiro)

 

Eu sei
Que a vida tem pressa
Que tudo aconteça
Sem que a gente peça
Eu sei

Eu sei
Que o tempo não pára
O tempo é coisa rara
E a gente só repara
Quando ele já passou

Não sei se andei depressa demais
Mas sei, que algum sorriso eu perdi
Vou pedir ao tempo que me dê mais tempo
Para olhar para ti
De agora em diante, não serei distante
Eu vou estar aqui

Cantei
Cantei a saudade
Da minha cidade
E até com vaidade
Cantei
Andei pelo mundo fora
E não via a hora
De voltar p'ra ti

Não sei se andei depressa demais
Mas sei, que algum sorriso eu perdi
Vou pedir ao tempo que me dê mais tempo
Para olhar para ti
De agora em diante, não serei distante
Eu vou estar aqui

Não sei se andei depressa demais
Mas sei, que algum sorriso eu perdi
Vou pedir ao tempo que me dê mais tempo
Para olhar para ti
De agora em diante, não serei distante
Eu vou estar aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



Mais sobre mim

foto do autor


Preserverança

" Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir. Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas. Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo. " Ana Jacomo

Direitos de autor

* Todas as fotos/imagens que tenham "todososdias" são minhas. Todas as outras, são retiradas da internet e estão aqui porque aparentemente são públicas. * Qualquer correção na citação da autoria (imagens ou mensagens) é só entrar em contato para eu poder corrigir.


Dias antigos

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D



Recortes_Sapo_Out12

recortes_sapo_ago14

destaques_Sapo_Dez14

destaques_Sapo_Ago18