Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Planos para o fim-de-semana*

todosdias, em 31.03.23

coragem2.jpg

É preciso coragem para voltar costas ao que não nos faz bem (sem culpa)! E procurar novas janelas de oportunidade. Olhar para a vida noutra perspetiva, para isso, coloquemos o nosso foco naquilo que é verdadeiramente importante para o nosso propósito!  E é assim mesmo!

*premir o botão pausa

Autoria e outros dados (tags, etc)


"Toque 3 vezes na madeira"...🌳

todosdias, em 22.03.23

Screenshot_20230322_232836_Chrome.jpg

"Porquê devemos dar ouvidos à frase:
"Toque 3 vezes na madeira"...
Deveremos fazê-lo para afastar energias negativas, para evitar que o mal se aproxime de nós, e para afastar o mau agouro. O que se calhar não sabem é que esse costume tem origem numa crença celta.
Os Celtas pensavam que as árvores eram habitadas por entidades mágicas, como as fadas, os duendes e os elfos e para convocá-los, aproximavam-se delas e davam pequenas batidas sobre os seus troncos, para chamar a atenção dessas deidades. A tradição diz que se deve dar três toques suaves mas fortes, com a mão direita e imediatamente contar aquilo que nos preocupa. As árvores escutam essas preocupações e tratarão de nos dar o devido remédio.
Então já sabe.... Cada vez que algo o preocupar, inquietar ou encher de temor.... Toque três vezes na madeira.
Porém, deve fazê-lo só numa árvore!" Rosanne Volpatto

Estas palavras encontraram-me...os últimos dias têm sido pródigos em algumas energias pouco positivas, afrontas externas e outras que tais. Não deixo que isso tire o seu sossego (porque é isso que querem) desconcentrando-me do meu objetivo. Protejo-me, afasto-me e nunca abdico dos meu valores. Trago comigo toda a fé que tenho, sou daquelas que acredita até ao fim. E é assim mesmo!

(hoje abracei uma árvore)

Autoria e outros dados (tags, etc)


E hoje é o dia da poesia 🌿

todosdias, em 21.03.23

Screenshot_20230321_213602_Tumblr.jpg

Quero apenas cinco coisas...

Primeiro é o amor sem fim
A segunda é ver o outono
A terceira é o grave inverno
Em quarto lugar o verão
A quinta coisa são teus olhos..
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser... sem que me olhes.
Abro mão da primavera para que continues me olhando.

Pablo Neruda

                                   página 80 de 365

Autoria e outros dados (tags, etc)


histórias 🌺

todosdias, em 19.03.23

f53924066a822dc684da10b1f6928f12.jpg

"Dinis, queres vir comigo ao sotão? - convidou o avô Ernesto. -Vou lá buscar um baú de fotografias.
-Para quê - perguntou o Dinis?
-Para fazer um álbum sobre as nossas férias do verão passado e pôr também algumas fotografias na sala. De vez em quando é preciso cuidar do que já passou...
O Dinis nunca tinha pensado no que o avô Ernesto acabava e dizer:
"Cuidar do que já passou", repetiu no seu pensamento...
No seu dia a dia , o Dinis andava sempre com pressa, para ir para a escola, ou para ir para a natação, e via, todas as pessoas a correr e sem tempo para cuidar do que se estava a passar, quanto mais, para cuidar do que já tinha acontecido...
Avó e neto subiram até ao sotão. O avô empurrou a porta e o Dinis lembrou-se das histórias de encantar.
O avô acendeu a luz e e neto olhou em redor, sem conseguir dizer uma palavra perante o que via: baús de diferente formas e tamanhos, quadros, almofadas, livros e malas de viagem antigas.
Pegaram e duas almofadas e sentaram-se. Depois o avô abriu uma arca e, à medida que ia retirando cada objeto, contava uma história.
Enquanto ouvia todas estas aventuras, o Dinis conseguia ver os olhos azuis do avô Ernesto a sorrir, enquanto dizia...
-Enfim, tempos que já não voltam mas que também não vão embora...
-Isso é impossível avô!...
- Dinis, eu recordo todo esse tempo com muita saudade, mas sem tristeza, pois nunca me irei separar desses momentos que vivi.
-Mas ter saudades não é ficar triste? perguntou o neto.
-Depende do que tu fizeres com as saudades que sentes.Para mim, ter saudades é pensar no privilégio que tive em fazer os parte de bons momentos, não só recebendo coisas boas, mas também dando o melhor de mim para que a minha vida e a dos que estavam à minha volta fossem vidas cheias. E tudo isso ficou guardado na minha memória e jamais se perderá. Tudo o que vês neste sotão ajuda-me a recordar algumas histórias que vivi e que te contei. Mas onde essas histórias vivem realmente é na minha memória, que me recorda com saudade, aquilo que eu gostei de viver....
É preciso cuidar do que não se vê e que fica guardado na Caixa de Saudades, que, existe na memória de cada pessoa." Rosário Alçada Araújo. In. A Caixa de Saudades

Autoria e outros dados (tags, etc)


Assim eu sou...

todosdias, em 10.03.23

Screenshot_20230310_223531_Tumblr.jpg

"Sou uma mulher de gostos e versos. Um pouco ladra, eu diria. Roubo histórias, bordo palavras, costuro sonhos, desato pensamentos. Coisas de quem escreve, encare assim (...) Não leve a mal se por ventura algum dia o seu sossego for passear comigo." Clarissa Corrêa

Autoria e outros dados (tags, etc)


Raízes 🌳

todosdias, em 08.03.23

arvore2.jpg

“Quando te sentires perdida, confusa, pensa nas árvores, lembra-te da forma como crescem. Lembra-te de que uma árvore com muita ramagem e poucas raízes é derrubada à primeira rajada de vento, e de que a linfa custa a correr numa árvore com muitas raízes e pouca ramagem. As raízes e os ramos devem crescer de igual modo, deves estar nas coisas e estar sobre as coisas, só assim poderás dar sombra e abrigo, só assim, na estação apropriada, poderás cobrir-te de flores e frutos.” S. Tamaro, in 𝘝𝘢𝘪 𝘈𝘰𝘯𝘥𝘦 𝘛𝘦 𝘓𝘦𝘷𝘢 𝘰 𝘊𝘰𝘳𝘢çã𝘰
Estas palavras encontraram-me… todas as árvores crescem do chão, desde as mais fracas até ás mais robustas.  É no chão que caminho, é do chão que me levanto e é do chão que consigo olhar para cima e ver todas as estrelas que só são certeza depois de perder o tecto. Sem nunca baixar os braços...abrir caminho e criar raízes. Com a certeza que me cabe a mim decidir, sem medo, qual o melhor caminho para crescer e me tornar mais feliz. E é assim mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Preserverança

" Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir. Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas. Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo. " Ana Jacomo

Direitos de autor

* Todas as fotos/imagens que tenham "todososdias" são minhas. Todas as outras, são retiradas da internet e estão aqui porque aparentemente são públicas. * Qualquer correção na citação da autoria (imagens ou mensagens) é só entrar em contato para eu poder corrigir.


Dias antigos

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D