Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




arvore 3.jpg

"Da árvore do silêncio pende seu fruto, a paz."  Schopenhauer

Estas palavras encontraram-me… calma e silencio precisam-se, ando com as energias, ou vitalidade, num nível mais baixo. Então, paro antes que os sinais se tornem mais evidentes, silencio-me, ganho coragem e vou:

. ter (ainda) menos pressa

. ouvir mais e falar menos

. ter menos para ser mais, e ser mais para precisar menos

. ficar mais perto do que de verdade importa

. ter menos certezas e (cada vez) menos verdades absolutas

. carregar no botão de pausa das urgências

. experimentar mais vezes o silêncio e desligar dos “ruídos” à minha volta sem ter medo de me perder do mundo

* lista para os dias enquanto agosto não chega e com ele as merecidas férias, conseguir fazer algumas destas coisas, mesmo nos dias menos bons, ajudará com certeza a permitir-me celebrar mais as pequenas alegrias, a contemplar muito mais o que me enche o peito de ar e a manter a minha casa tranquila. . E é assim mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


(des·com·pli·car)

todosdias, em 17.07.24

descomplicar.jpg

“A vida não é complexa. Somos complexos. A vida é simples, e o simples é o certo.”  Óscar Wilde

Estas palavras encontraram-me… nos dias, nas coisas, e nas voltas que a vida dá procuro sempre praticar o descomplicar. Uso quando tudo parece estar fora do lugar; uso nos dias que o meu coração diz sim, a minha cabeça diz não, e eu digo: não sei; uso como uma bússola que me ajuda a não me perder nos dias que me apontam na direção do que não quero, e tento mudar a rota, sem medo, até conseguir encontrar o atalho certo.

Acredito e tenho fé que a vida conspira e a meu favor, todos os dias, porque há sempre forma de descomplicar a vida, há sempre bons motivos para seguir em frente, há sempre boas razões para agradecer o que tenho. E é assim mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


isso*

todosdias, em 16.07.24

janelas coloridas.jpg

Existe um provérbio indiano que diz que somos todos casas com quatro quartos: um físico, um mental, um emocional e um espiritual. A maioria de nós tende a viver num quarto a maior parte do tempo, mas a menos que entremos em todos os quartos todos os dias, mesmo que seja apenas para mantê-los arejados, não seremos uma pessoa completa. Rumer Godden

(posso me identificar com isso)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Moqueca de Peixe |à minha maneira|

todosdias, em 11.07.24

moqueca.jpg

Quem todos os dias organiza marmitas para o dia seguinte, têm de ter uma elevada dose de criatividade porque nem tudo fica bem quando requentado, valha-me o facto de eu gostar muito de cozinhar, senão a maltinha cá de casa já me tinha posto as “malas à porta”. De inverno consigo ter mais marmitas prontas, que normalmente adianto ao fim-de-semana, são pratos mais de conforto para os dias frios, estufados e assados que permitem fazer em maior quantidade já a contar com os almoços da semana. De verão os grelhados são os reis da cozinha, mas pouco viáveis para as marmitas.

Fico irritada quando me dizem “outra vez!...”, por isso procuro variar nas receitas, às vezes uma maneira diferente de fazer determinado alimento ou até mesmo outro condimento que se acrescenta torna algo simples de fazer num prato muito saboroso, é o caso da moqueca de peixe. Conheci quando estive em angola, mas também é muito popular no brasil. Cansada de fazer os lombos de pescada estufados ou no forno, e após várias pesquisas de receitas dei por mim a fazer moqueca de peixe à minha maneira.

Ingredientes:

Lombos de pescada, cebola, pimento, alho, tomate, vinho branco, leite de coco, coentros, sal e pimenta. Arroz cozido

Preparação:

Temperar os lombos de pescada com sal, pimenta e colorau, q.b. Num tacho com azeite refogar a cebola picada, adicionar alho laminado e pimento cortado aos pedacinhos, temperar com sal. Tirar a pele e as sementes ao tomate e cortar em pedacinhos, juntar ao refogado bem como o vinho branco. Tapar e deixar apurar apx. 10 minutos. De seguida adicionar o leite de coco e assim que levantar fervura juntar o peixe. Tapar novamente e em lume baixo deixar mais dez minutos, retificar de sal e pimenta. Finalizar com coentros picados. Empratar colocando arroz cozido no prato, adicionar o peixe e o molho por cima.

Minha nota 1: faço com lombos de pescada e até os costumo cortar em cubos grandes, mas pode ser feito com qualquer outro tipo de peixe branco.

Minha nota 2: quando estou a retificar de sal e pimenta costumo engrossar um pouco o molho com uma colherzinha de farinha maisena, cá em casa gostam do molho um pouco mais espesso.

Minha nota 3: não faço referência a quantidades, mas quando se faz todos os dias marmitas para três, essa parte é feita por improviso. Habitualmente depende do número de pessoas e do gosto, e por isso vou retificando conforme necessário.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


julho*

todosdias, em 04.07.24

janela.jpg

"Uma das coisas mais belas da vida é a oportunidade que temos ao abrirmos uma janela. Seja ela exterior para vermos o canto dos pássaros, seja ela interior para reconhecermos o solo fértil que carregamos dentro da alma!" Adélia Prado

* tempo certo para arrumar a casa e a cabeça, para limpar a alma e prepará-la para o que vem a seguir, para pedir ao coração que bata mais devagar, que faça menos alarido, que serene… maio e junho foram intensos, casámos a prima, trabalhamos em modo velocidade cruzeiro, ajudamos no processo de certificação dele, tivemos as festas da santa terrinha e pelo meio umas mini-mini-férias com dois mini-mini-pulinhos à aldeia, os dias voaram.

* tempo certo para abrir as janelas, renovar a fé, para crer no nosso verão que começa daqui a menos de nada, para respirar fundo e sentir o conforto bom de saber que ainda vamos ter dias grandes de sol a praticar o não-fazer-nada e a deixar a leveza entrar.

Se há coisa que aprendi com a vida, é que uma ou duas coisas, exteriores e interiores, vão correr mal, mas que de uma forma ou de outra resolvem-se… é julho, e a minha casa respira como eu: tranquila.

E é assim mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Preserverança

" Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir. Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas. Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo. " Ana Jacomo

Direitos de autor

* Todas as fotos/imagens que tenham "todososdias" são minhas. Todas as outras, são retiradas da internet e estão aqui porque aparentemente são públicas. * Qualquer correção na citação da autoria (imagens ou mensagens) é só entrar em contato para eu poder corrigir.


Dias antigos

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D