Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Arroz de Carqueja

todosdias, em 17.11.20

arroz.jpg

 "todososdias"

A única escapadinha deste ano serviu de mote para o nosso almoço deste domingo, no regresso almoçámos num restaurante à beira da estrada, daqueles que enchem ao fim de semana com famílias inteiras. Acolhedor, muito bem servidos e a comida muito reconfortante. Comi arroz de carqueja com entrecosto e enchidos, estava tão bom que tentei absorver todos os pormenores para depois poder replicar em casa. Nessa mesma semana a carqueja entrou lá em casa e acabou por ficar esquecida desde março, no meio dos meus frascos de ervas da despensa.

O arroz de carqueja é um prato típico da gastronomia portuguesa, sendo uma especialidade na região da Beira Baixa. Após varias pesquisas de receitas, não fiz com o tradicional frango do campo, nem com coelho mas sim com entrecosto tal como me foi servido no restaurante. Fica, igualmente, uma delícia.

 

Ingredientes:

Entrecosto de porco em pedaços, Chouriço mouro, Arroz, Cebola, Alho, Vinho tinto, Azeite Sal, pimenta, colorau q.b.

Chá de carqueja

Preparação:

Faz-se uma marinada, na véspera, com o entrecosto, vinho tinto, dentes de alho cortados às rodelas, uma pitada de sal, pimenta, colorau e 1 folha de louro.

No próprio dia, faz-se uma infusão dos ramos de carqueja em um litro de água a ferver e deixa-se repousar cerca de 1 hora minutos.

Num tacho, refoga-se uma cebola picada, dois dentes de alho picados, uma folha de louro e um fio de azeite. Acrescenta-se o entrecosto e envolve-se no refogado, deixa-se a carne selar de ambos os lados, virando-a. Quando a carne estiver douradinha, vai-se acrescentando aos poucos o molho da marinada, previamente coado. Baixa-se o lume, tapa-se e deixa-se cozinhar lentamente, até a carne ficar macia.

Num outro tacho, faz-se um novo refogado com cebola picada e azeite. Junta-se ¼ do chouriço mouro desfeito em pedaços, previamente cozido, envolve-se durante um a dois minutos. Seguidamente junta-se o arroz e o entrecosto, deixa-se cozinhar um pouco e acrescenta-se o caldo de infusão da carqueja. Depois de levantar fervura, retificam-se os temperos.

Quando o arroz estiver cozido decora-se com o restante chouriço mouro cortado às rodelas e serve-se de imediato

Minha nota 1: Para pratos de carne ou de peixe por norma costumo usar uma porção de aprox. 300gr. por pessoa, no entanto as quantidades dependem sempre do numero de pessoas e do tipo de prato

Minha nota 2: Quando o entrecosto ficou bem cozinhado (por aqui demorou apx. 1h), separei do molho que havia no tacho, usei apenas duas colheres para dar sabor quando cozinhei o arroz. Muito embora a infusão de carqueja ajude a reduzir a intensidade do sabor do entrecosto o facto de ter retirado o molho ajudou a reduzir ainda mais um pouco bem como a quantidade de gordura.

Minha nota 3: Usei um tacho de barro, sem duvida que fica muito mais saboroso.

Minha nota 4:    BOTÂNICA/Carqueja(Pterospartum tridentatum)  planta silvestre, desprovida de folhas, pertencente à estirpe das Leguminosas, que surge espontaneamente em Portugal.

 

Tenho fé e acredito que iremos continuar a aplicar estas nossas escapadinhas, a deste ano foi cumprida (ainda sem bicho), as próximas não estão descartadas apenas em stand by, até porque preciso de renovar o meu livro de receitas ;)

E é assim mesmo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



Mais sobre mim

foto do autor


Preserverança

" Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir. Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas. Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo. " Ana Jacomo

Direitos de autor

* Todas as fotos/imagens que tenham "todososdias" são minhas. Todas as outras, são retiradas da internet e estão aqui porque aparentemente são públicas. * Qualquer correção na citação da autoria (imagens ou mensagens) é só entrar em contato para eu poder corrigir.


Dias antigos

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D



Recortes_Sapo_Out12

recortes_sapo_ago14

destaques_Sapo_Dez14

destaques_Sapo_Ago18