Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Novembro

todosdias, em 08.11.19

no.jpg

 

“Precisas de viver o agora. De o aproveitar ao minuto. E de manter firme uma certeza: a calma vem sempre depois da vertigem dos dias.” Autor desconhecido.

Estas palavras encontraram-me… ainda o mês não vai a meio e eu já estou à espera que chegue ao fim. Anoitece cedo e eu ainda não me habituei. É esta a mudança de hora que mais embirro em todo o ano. Começam os dias escuros, frios e chuvosos. O trabalho mudou de 8 para 80, até meados de dezembro vai ser sempre assim. Ando cansada, adormeço em segundos, mas acordo “com as galinhas” e até o despertador tocar dou voltas e voltas na cama.

No único fim-de-semana prolongado deste mês não parei uma única vez, só aterrei no sofá por um par de horas. Finalmente dei voltas às roupas que faltavam organizar nos armários, mas mesmo assim fiquei com a sensação de tarefa malfeita. Faço apenas o básico e necessário: roupas da semana, compras, jantares, marmitas, aspiro e sacudo o pó da casa, o resto acudo conforme a prioridade. (não há tempo nem vontade para mais)

Tenho que começar a pensar seriamente no natal. As listas estão feitas, não fosse eu a “Maria” das listas, no entanto falta-me a inspiração.

Os dias até nem tem corrido muito mal, mas sempre que faço planos para descansar, sossegar, serenar a vida tem-me trocado as voltas.

Vamos lá novembro… conspira a meu favor!

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Maribel Maia a 08.11.2019 às 16:39

Que Novembro traga muito de bom!!! Que ainda faltam muitos dias!!!
Imagem de perfil

De todosdias a 09.11.2019 às 09:50

Claro que vai trazer! Acreditar e confiar!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Preserverança

" Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir. Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas. Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo. " Ana Jacomo

Direitos de autor

* Todas as fotos/imagens que tenham "todososdias" são minhas. Todas as outras, são retiradas da internet e estão aqui porque aparentemente são públicas. * Qualquer correção na citação da autoria (imagens ou mensagens) é só entrar em contato para eu poder corrigir.


Dias antigos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D



Recortes_Sapo_Out12

recortes_sapo_ago14

destaques_Sapo_Dez14

destaques_Sapo_Ago18