Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Love of my life ♥

todosdias, em 05.11.15

love2.jpg 

"Transbordar de ternura, saborear pedaços de eternidade, sermos mais do que nós, o outro.
O amor faz-nos querer ser mais, faz-nos respirar, dá-nos a liberdade de dentro e a coragem de continuar sempre em frente, sem medo de nada."

É tão bom!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Boas energias - (re)plantar ♥

todosdias, em 10.09.15

Plantas.jpg

 

"todososdias" 

 

Isto de ser jardineira num apartamento, não é tarefa fácil, vasos e terra por todo o lado. Raramente gasto dinheiro em plantas, ando sempre a reproduzi-las ou pequenos rebentos que apanho aqui e ali (algumas até recuperei do lixo). Tenho na bancada da cozinha uma jarra própria para pôr rebentos a ganhar raiz, às vezes são tantas que não sei onde as pôr. As minhas plantas fazem parte de mim, algumas já estão comigo à mais de 20 anos, como é o caso do lírio da paz que este ano, desde o inicio da primavera, me tem brindado com flores até agora. Os coleos, são os mais frágeis e também os mais fáceis de reproduzir, os que estavam no parapeito da janela necessitavam urgentemente de serem mudados (excesso de raízes e já roubavam luz á cozinha). Por isso, foram o mote para mais uma tarde de jardinagem. Não ligo muito a datas de plantar, transplantar ou regar, apenas sigo o seu ritmo. 

 

As plantas são vencedoras inatas: elas não desistem facilmente e possuem a sabedoria intuitiva de caminhar para a luz. Todas elas trazem nas suas características uma mensagem de como lidar com os desafios da vida e da morte. Cada uma possui a sua graça, beleza e força. Algumas são vistas como feias, outras mais frágeis. Mas todas nos dão uma lição se observarmos de como agem perante os desafios para sobreviver, crescer, reproduzir e morrer.

 

Infelizmente, não somos naturais como as plantas, que crescem em direcção à luz. Os nossos padrões mentais negativos, crenças emocionais condicionadas ao hábito do medo e da duvida impedem-nos de nos identificarmos com o positivo. Ao (re)plantar as minha plantas, dei por mim a pensar numa importante postura de vida: ser firme, alerta e flexível. E ao mesmo tempo estar descontraída e conectada com as minhas próprias forças e com o meio ambiente. É por isso que adoro as minhas plantas, elas são as minhas fieis amigas. Elas ouvem-me, protegem-me, inspiram-me e alegram-me. Tratar delas é sem duvida uma fonte de boas energias 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Esperar e confiar

todosdias, em 25.05.15

inside.jpg 

Não importa o nome ou a origem das forças que nos empurram para a frente ou nos obrigam a ficar de pé. O que é importante é que elas existem e estão sempre dentro de nós. Sempre." Laurinda Alves

 

Uma espécie de mantra para inicio de semana, sentir a respiração, acalmar os pensamentos, ouvir o coração e aproveitar as coisas simples da vida. Organizar ideias, afastar a ansiedade e o que me faz mal. Esperar, confiar e deixar fluir porque acredito que na vida tudo se resolve. E é assim mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Agosto

todosdias, em 02.08.12

Fly_large

 

E não é que é mesmo...foi assim o Julho, cruzaram-se os dias e o mês passou com paciência e fé. Sem fazer planos...preciso de me desapegar de fazer planos! que mania, costumo fazer planos para tudo e o mês de Julho foi a prova de que são em vão, ficam apenas ocupando espaço na minha cabeça, no meu coração, tiram o meu sono, o meu apetite, aumentam a minha ansiedade...no fim, os planos não se concretizam.

As férias foram: antecipadas, este ano ficamos por casa e fomos apenas até á praia mais próxima para poupar na gasolina, sem subsidio de férias a coisa ficou muito complicada; mais curtas, apenas duas semanas; mais sozinhas, a minha filha teve um convite para ir passar uma semana fora, fiquei com o coração apertadinho por vê-la ir embora, afinal era a semana que o pai estava em casa, mas como não íamos para lado nenhum não fazia sentido retê-la connosco, sentimos o vazio da sua presença principalmente na praia, que compensamos aproveitando para namorar os dois.

O aniversário da minha filha: foi cá em casa, nos últimos 4 anos, e pelo facto de estarmos de férias aproveitavamos o dia com uma ida a um aquapark e terminavamos com uma jantarada a 3. Em casa e pelo facto de ela fazer anos quando os amiguinhos estão de férias acabava por ser festa de adultos, que dão uma trabalheira e muita despesa...ainda tentei fugir, tentando organizar um programinha a 3, mas a pressão familiar foi maior. Todos insistem...mas na hora da verdade a "agarrada" fui eu. Mas também fui eu quem mais recebeu: "Mãe, estou feliz!"...não à prenda maior. "obrigada, princesa!"

Fins-de-semana: com planos que não concretizamos, que por circunstâncias inesperadas foram por água abaixo.

Venha agora o Agosto, vou tentar resistir a não fazer planos...ggrrrr...vai ser difícil, mas algo me diz que vai ser idêntico a Julho, que os dias vão se cruzar e eu vou ter que arranjar uma boa dose de paciência e fé, sem me deixar esmagar por eles!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Preserverança

" Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir. Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas. Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo. " Ana Jacomo

Direitos de autor

* Todas as fotos/imagens que tenham "todososdias" são minhas. Todas as outras, são retiradas da internet e estão aqui porque aparentemente são públicas. * Qualquer correção na citação da autoria (imagens ou mensagens) é só entrar em contato para eu poder corrigir.


Dias antigos

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D



Recortes_Sapo_Out12

recortes_sapo_ago14

destaques_Sapo_Dez14

destaques_Sapo_Ago18