Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Um lugar muito especial

todosdias, em 15.11.19

k1.jpg

Para mim, a cozinha é sem duvida um lugar muito especial. O coração da minha casa. É onde passo grande parte do meu tempo quando estou em casa, e não é só para cozinhar. Neste espaço há uma energia que merece uma maior atenção. É onde fazemos todas as nossas principais refeições, celebramos dias especiais, recebemos visitas, petiscamos, bebemos um copo de vinho (ou chá) ou simplesmente convivemos. É também na cozinha que trato da roupa, faço os meus trabalhos manuais e cuido das minhas plantas.

Com excepção de passar a ferro (céus…como eu detesto passar a ferro, no entanto nada fica por passar, o lema é da corda para a tábua), todo o resto é sinónimo de coisas boas. Mas cozinhar é sem duvida o mais especial, um ato de relaxamento para mim, funciona como uma espécie de terapia e meditação. Tem sido assim desde jovem, em regra geral bolos e sobremesas eram responsabilidade minha, e a aventura de refeições salgadas, fora do tradicional que a minha mãe sempre confeccionava, eram uma constante, com a minha irmã como cobaia.

Posso dizer que o ato de cozinhar me manteve (e mantêm) sã. Descobri, especialmente numa fase muito complicada, que cozinhar me fazia particularmente bem, momentos de prazer e de escape que me fazem encontrar com o meu eu interior. Apura-me os sentidos, a criatividade, a imaginação e a intuição.

Cozinhar e todos os processos que me levam lá, são uma espécie de ritual para mim. Tudo começa pelas refeições do fim-de-semana, vou pensando e organizando ao longo da semana. Nessa base surgem naturalmente os jantares semanais e as marmitas, tentando não repetir. Muitas das vezes a época do ano, bem como produtos que vejo no supermercado a chamarem por mim, são também factores que fazem a diferença.

No dia a dia a cozinha é o nosso lugar de partilha, na correria dos dias é onde aproveitamos para nos encontrar, cuidar e mimar. Cozinhar é sempre um pouco mais a correr, tenho que ser mais prática pois também tenho que preparar três marmitas para o dia seguinte. Habitualmente aos jantares opto por refeições mais simples e mais leves, mas os almoços têm de ser mais cuidados porque são para aquecer.

Já ao fim de semana tudo muda, as refeições são mais elaboradas, principalmente nos dias mais frios em que apetece refeições mais reconfortantes. Como anoitece mais cedo, acendo velas e o forno não têm ordem de descanso, aproveito sempre para fazer um bolo e biscoitos para durante a semana. Final de tarde de um sábado e eu na minha cozinha, é sinonimo de modo paz. Nada fica de fora de preparo, os aromas misturam-se, a mesa posta sempre bonita, tudo fica tão acolhedor e a magia acontece.

Valorizo ao minuto o tempo que passo neste meu lugar especial. É o que mais gosto de fazer: cozinhar e amar. Cuido de mim e cuido dos meus. E agradecer, sempre, todas as coisas boas que têm acontecido na minha vida. E é assim mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Planos para o fim-de-semana *

todosdias, em 08.11.19

pausa.jpg

 

* primir o botão pausa

Autoria e outros dados (tags, etc)


do fim-de-semana ♥

todosdias, em 14.10.19

weekendd.jpg

 

Nada mais doce que a nossa casa, nada mais reconfortante que um fim-de-semana na nossa casa. “Ela” recebeu-nos de braços abertos e o que não interessava ficou lá fora.

Arrumei a casa e a mente. E atenção, não foi arrumar – certifiquei-me de que não existia tralha acumulada que impede a boa circulação de energias. Só ficou o que realmente interessa.

Abri as janelas e deixei o ar correr no espaço. Gosto particularmente de queimar incenso à medida que vou limpando cada divisão, purifica o ar deixando um aroma agradável ao mesmo tempo que me ajuda a sentir mais livre de quaisquer energias negativas que possam ter entrado (e a semana que passou teve muitas, que foram comigo para casa).

Apesar das previsões indicarem que ia chover, o mesmo só aconteceu ontem à noite, por isso a maquina da roupa não teve descanso, aproveitei para começar a arrumar alguma roupa de verão que já não vamos usar.

Pelo meio também ouve tempo para ajudar a princesa a completar um caso prático para uma nova cadeira.

Claro que não faltaram os sabores da minha cozinha, já a cheirar a outono, nada como ligar o forno, encher a casa com aromas e recarregar baterias à volta das panelas, reconforta-me e inspira-me. Saiu feijoada de lulas, carne assada com batata doce, arroz de pato, bolo mármore e um cheesecake (ando a aprimorar uma receita e com várias versões).

Não houve tempo para “vegetar” no sofá (apenas ao serão), a tábua chamou por mim e a roupa tinha de ficar em dia. Mas não faltou o mais importante, reunirmo-nos à mesa saboreando refeições reconfortantes. Cuidar de nós e do amor que nos une. ♥

Autoria e outros dados (tags, etc)

lado.jpg

"Aprendi a observar e ouvir mais do que falar. Entendi que ter vos também tem a ver com saber calar. Barulho não é sinónimo de sabedoria. Já o silêncio às vezes é. Aprendi a me importar menos com o que não merece de fato a minha atenção. Aprendi que ás vezes, a abundância também pode ser minimalista. Aprendi a valorizar a qualidade, o conteúdo, mais do que a quantidade. Aprendi que luxo é ter amor. Sucesso é ter paz. Aprendi que ostentar riqueza material é o jeito mais triste de tentar ser feliz. E que o status de maior prestigio, é aquele em que para ser, não precisamos ter. Entendi que só posso experimentar a liberdade, quando me permito a viver a vida que escolhi viver, e não a que os outros querem que eu viva. Aprendi que a gratidão é a pílula para a alma doente, e que a felicidade vêm, quando tudo aquilo que pesa, sufoca e bloqueia, vai!" w. luz

Estas palavras encontraram-me...Aprendi que simplificar e deixar ir permite sentir a vida com serenidade. Aprendi que o que realmente importa é agarrar-me ao que me torna mais forte.

Grata, muito grata!

E é assim mesmo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Uma especie de mantra para outubro

todosdias, em 02.10.19

fe.jpg

 

Sou mais forte do que penso. Sou mais capaz do que acredito. Sou e serei sempre muito mais do que aquilo que vejo no espelho.

Sem nunca esquecer que com fé e paciência consigo tudo.

E é assim mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

borboleta.jpg

Hoje é dia de agradecer à Vida pelas oportunidades que ela me dá para ser feliz.

- grata por este 6 meses que me deram alento para seguir sempre em frente e por esta paz que tenho conquistado por dentro. o foco é acreditar sempre, sem nunca perder a fé e a esperança, ao que de bom ainda está por vir.

- grata por ter uma filha completa, equilibrada e humilde, que me enxeu hoje de orgulho por mais esta etapa concluida.

- grata à minha familia por estarem sempre ao meu lado.

- grata pelas coisas simples dos dias, todos os dias!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Preserverança

" Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir. Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas. Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo. " Ana Jacomo

Direitos de autor

* Todas as fotos/imagens que tenham "todososdias" são minhas. Todas as outras, são retiradas da internet e estão aqui porque aparentemente são públicas. * Qualquer correção na citação da autoria (imagens ou mensagens) é só entrar em contato para eu poder corrigir.


Dias antigos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D



Recortes_Sapo_Out12

recortes_sapo_ago14

destaques_Sapo_Dez14

destaques_Sapo_Ago18