Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




dormir apenas

todosdias, em 29.10.13

....e depois não durmo, não descanso, só sonho. Estou tão cansada de tanto cansaço de não querer estar acordada. Tanto sentir, só sinto que não quero sentir nada. E para hoje só sonho não sonhar, só desejo descansar, só  dormir ...dormir apenas.


(simples! não? será que estou a pedir demais?)

Autoria e outros dados (tags, etc)


demais

todosdias, em 31.08.13

... a insónia voltou, as ultimas madrugadas têm sido terríveis...

penso demais, os pesadelos são demais, a ansiedade é demais... 

mas não me dou por vencida...já estou ao ataque!

Autoria e outros dados (tags, etc)


socorro

todosdias, em 29.01.13
Deitei-me tarde, a minha filha entrou novamente em semanas de testes, ajudei na composição de Inglês e ainda na leitura e interpretação de um texto de Português cheio de metáforas, dupla adjetivação, pleonasmos, comparações, hipérboles e outros tantos recursos expressivos, sem falar do vocabulário que nos obrigou a perder imenso tempo à "pesca" no dicionário.
Dormi mal e acordei estupidamente cedo. 
O trabalho na biblioteca, uma mer...
Dói-me a cabeça, maldita T.P.M.
Ninguém me diga nada, que eu estou capaz de morder. 

Socorro, estou que nem posso.

 

(estou desejosa de chegar a casa...tomar um banho, calçar as pantufas e ir para a cozinha desforrar-me nas panelas a ver si isto passa)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


é dose

todosdias, em 25.10.12

Acordei sobressaltada às 2h. Um valente trovão, chuva torrencial. Vira para o outro lado, dorme,norme...nada! 

Chegam as 5h, as 6h. Adormecer? Nada.

Resultado: Ainda o despertador não tinha tocado...já eu estava a pé. Que neura, duas noites seguidas é dose. 

 

 

 

Logo à noite, vai ser leitinho com mel e canela...ai vai, vai!

Autoria e outros dados (tags, etc)


calma...

todosdias, em 24.02.12

Mais uma noite de insónia, e hoje não fui só eu...estivemos na conversa pois não conseguiamos adormecer. Eu toda a noite viro e reviro-me mas esta noite senti que não era a unica.

 Entretanto acordei com esta musica na cabeça...calma, precisamos de ter calma...

 

 
 (Conclusão matinal do meu marido: "Não devemos falar de problemas antes de dormir!"...)
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


...insónia!...maldita insónia!

todosdias, em 20.02.12
É madrugada! O sono mais uma vez resolveu abandonar-me! Desespero...insónia!...maldita insónia!
Mantenho os olhos fechados, como se fizesse alguma diferença. Recuso-me a ver que horas são. Recordo as noites de insónia em que via as horas de 5 em 5 minutos, desespero. Recuso-me a comprar outro despertador! O sono vem habitualmente cedo, exactamente porque a noite anterior resumiu-se a meia dúzia de horas dormidas e o cansaço impera. As primeiras horas sei que durmo profundamente, mas ainda o dia não nasceu e, simplesmente, já não consigo dormir mais. Mais de uma vez pensei em levantar-me, viro-me e tento pensar que é desta que conseguirei, finalmente, adormecer.
 
Desespero...Arranjo a coragem para enfrentar o frio fora do aconchego dos lençóis, visto o robe e decido assumir heroicamente a maldita insónia! Levanto-me e, com um sentimento de traição pelo abandono a que fui devotada pelo senhor sono, sento-me na sala! Aqui, começa o inferno ou...o céu! De repente apercebo que o silêncio abraça-me e o pensamento agradece! De repente, na penumbra, os olhos vêm formas, sombras que me fazem companhia e o espírito acalma! De repente tudo se passa lentamente, como se estivesse num mundo em câmara lenta...
Recordo o dia que acabou, lembro-me do que ficou esquecido e recuo no tempo...Vem então, memórias  que preencheram a minha vida,  saudades de ausências e lágrimas de dores, algumas esquecidas. Tudo isto, no silêncio de uma noite em que o sono mais uma vez me abandonou!
 
São demasiados problemas, demasiadas coisas para resolver ao mesmo tempo e uma constante busca de encontrar soluções. Esta realidade deixa-me ansiosa e a ansiedade não me faz bem. Tira-me a autoconfiança e transforma-me em uma pessoa insegura. A falta de confiança é em mim. É tudo reflexo de uma ansiedade que me faz buscar perguntas, não respostas. Me faz procurar qualquer coisa boa a que me agarrar, em qualquer lugar e circunstância que me apareça à frente. É a mim que eu busco.
 
Volto-me a deitar, encolho-me em baixo dos lençóis e abraço-me à almofada. Coloco-me na posição perfeita, olhos fechados, a mente torna-se cada vez mais vazia…Penso em tudo isso enquanto viro de um lado para o outro, tentando inutilmente adormecer.
Viro-me para a esquerda, quinta, sexta, sábado, domingo… o calendário vai-se mostrando à minha frente e eu passo uma lista infidável de problemas por resolver.  Péssima ideia para quem, até poucos minutos, só desejava dormir. Viro-me para a direita, pensa em coisas boas, pensa em coisas boas, qual quê, elas dissipam-se a uma velocidade incrível. Viro-me novamente para e esquerda...continuemos os cálculos… Vou dormir poucas horas, como contornar os efeitos da falta de sono? Não faço a minima ideia… Se nem sou capaz de arranjar uma forma de dormir!
Maldita insónia… Agora abro os olhos!…os primeiros raios do dia começam a aparecer.
 
Maldita insónia... Ou melhor, insónia que vai tentando entrar, entre um pensamento e outro. No entanto, vem logo outro compromisso para atropelar-te na minha mente. Melhor assim. Ou não… Que desespero! Preciso manter um mínimo da minha sanidade mental. Mas não está fácil…
 
Oh!.....Assim não consigo dormir!
 
 
 
 
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Preserverança

" Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir. Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas. Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo. " Ana Jacomo

Direitos de autor

* Todas as fotos/imagens que tenham "todososdias" são minhas. Todas as outras, são retiradas da internet e estão aqui porque aparentemente são públicas. * Qualquer correção na citação da autoria (imagens ou mensagens) é só entrar em contato para eu poder corrigir.


Dias antigos

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D



Recortes_Sapo_Out12

recortes_sapo_ago14

destaques_Sapo_Dez14

destaques_Sapo_Ago18