Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Um vento mais forte...

todosdias, em 19.06.15

wind.jpg 

"De vez em quando, surge um vento mais forte e fecha as janelas pelo lado de fora. Quando acontece, é bobagem tentar brigar com o vento. A gente espera ele esvaziar e reabre as janelas pelo lado de dentro." Ana Jácomo

 

Estas palavras encontraram-me, a Primavera cá em casa não trouxe renovação, pelas janelas entrou uma tempestade que nos arrastou aos três e desta vez foi tão forte que tive momentos em que me senti completamente impotente, tive momentos em que me equacionei a mim própria e pus em causa os meus próprios actos, tive momentos em que achei que errei e outros em que sei que fiz o que devia ter feito,  tive momentos em que quis sair daqui. Sabemos que estas coisas acontecem, mas aos outros, nunca conseguiremos imaginar quando nos entra pela janela e quando entra não sabemos como resolver. 

Fazerem mal à minha filha, foi até hoje das coisas mais brutais que me poderiam fazer a mim. Denunciar, não denunciar foi sem duvida uma das maiores duvidas que tive que enfrentar, um enorme desafio. Consegui denunciar e evitar algumas situações que se podiam ter tornado mais complicadas,  mas outras situações optei por esperar e deixar o vento "esvaziar".

As coisas acalmaram, mas a duvida persiste, denunciar tudo seria "brigar com o vento", denunciar tudo poderia causar mais dor, angustia e que sem duvida iria deixar marcas muito profundas para o resto da vida. Acredito e tenho fé que foi só um "vento mais forte", lentamente voltamos a respirar, lentamente curamos as feridas e esperamos que elas cicatrizem, lentamente vamos reabrindo "as janelas pelo lado de dentro".

Mesmo sofrendo devemos enfrentar os medos e compreender as coisas que parecem difíceis, com a consciência de que para isso é preciso mais do que força, optimismo e atitude positiva, é preciso coragem e amor próprio.

Mais uma etapa de crescimento como pais e como filha. Etapa que sem duvida nos ensinou o caminho que queremos percorrer quando o tempo nos troca as voltas, tempo de mudar, com ou sem medo. Mas sempre unidos, com coragem, fé e muito...muito amor!

 

(quem sabe um dia, eu sinta coragem para escrever mais sobre este vento mais forte...)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Preserverança

" Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir. Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas. Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo. " Ana Jacomo

Direitos de autor

* Todas as fotos/imagens que tenham "todososdias" são minhas. Todas as outras, são retiradas da internet e estão aqui porque aparentemente são públicas. * Qualquer correção na citação da autoria (imagens ou mensagens) é só entrar em contato para eu poder corrigir.


Dias antigos

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D



Recortes_Sapo_Out12

recortes_sapo_ago14

destaques_Sapo_Dez14

destaques_Sapo_Ago18